A gente nas redes

Parte II - Exú Pra quê?

10.10.2016

Leia ou escute o post.  Para ouvir Clique Aqui

 

Para os que não querem deixar a vida passar em vão.

 

Exú para quem cultua Orixá. Alágbára* pra aliviar o sofrimento daqueles que precisam ser fortes. Alángájígá* para os que querem fazer um pacto com a felicidade. Exú para todos que estão prontos para encarar a verdade. Elégbára* pra organizar a vida dos que não sabem mais aonde estão.  Oba Sùúrú* para os que precisam de paciência para viver melhor. Exú para dar o Axé necessário ao ebó. Elégbárá para auxiliar e até corrigir escolhas erradas feitas por um mau ori. Exú para prosperar. Ìwà* para quem quer prosseguir!  Òdàrà* para ter sorte. Láaróyè!!!

 

Chame por Exú, pode chamar. Deixe todas as ladainhas e piadas preconceituosas sem nenhum fundamento real e cultue Exú. Mas evoque com sinceridade em seu coração.

 

Aprendi que Orixá não responde quando o evocamos em modo automático, não adianta. Ele te vê, mas não escuta. Se não houver sentimento, verdade e emoção, a gente até consegue abrir a porta, mas eles não conseguem entrar.

 

Tem dias, semanas e até meses que não são fáceis. As vezes quando estou no meio do furacão, eu peço leite na farmácia. Pois é,  por mais que Oxum, seja grandiosa, nem tudo é da alçada dela, ou seja, não é tudo que ela pode me ajudar. Sei que cada Orixá tem seu ofício, mas Exú é um Orixá Primordial, uma energia tão poderosa, que pode ser cultuada quase sempre. Não sei se funciona com todas as pessoas, mas até quando não é do ofício dele, parece que ele me põe no mínimo para pensar e diz:  "Minha filha que tal Obaluaye? Acho que ele poderia fazer mais por você do que eu neste momento".

 

Quando eu sinto necessidade de me conectar a algum Orixá, e preciso orar/rezar para evocá-lo, eu tenho o meu próprio jeito, pois não sei nenhum adurá de cor ainda. Para rezar com um adurá, só se  for  lendo, e adoro ler as traduções, pois elas me ensinam sobre as virtudes dos Orixás. Não faço pose de conhecedora de iorubá, meu vocabulário não chega a 30 palavras. Só que isso não pode ser determinante para a minha fé e sigo em frente ao meu modo. O importante é sentir que Orixá pode te escutar naquele momento e estar ali com você, só que nunca na função de milagreiro. Na minha vida, os Orixás me mostraram, que eles são pais e mães que não dão o peixe, e também não ensinam a pescar. Eles te mostram o mar, o barco, a vara e uma boa isca e dizem: VAI! Vai que eu estou ao seu lado e você consegue.

 

Se não fosse a presença e o auxílio de Exú em minha vida, eu não sei onde estaria hoje. E fico muito incomodada, de como um ser tão grandioso, do qual me faltam adjetivos a altura dele para nomeá-lo, possa ser visto como o diabo em pleno século XXI.

 

É muito difícil ir contra essa atmosfera de mais de 100 anos do inconsciente coletivo que se formou ao redor da imagem de Exú. Mas acredito que caiba a nós, cultuadores de Orixá, aproveitar esse momento em que muitas militâncias ganham forças para lutar em prol do que nos é caro. Acredito que um movimento como este possa ajudar a diluir o preconceito existente como um todo.

 

Tenho duas filhas, uma de 4 e outra de 11 anos,  sei que logo mais, a mais velha vai me dizer: "Mãe, me disseram que eu cultuo o diabo." E com todo o sentimento do meu coração, não gostaria que ela, e nenhum dos nossos descendentes passasse por isso, como nós passamos. Precisamos pensar no que pode ser feito. Estamos em um período da história em que a informação é acessível a todos, no entanto, se ninguém lutar, para que essa imagem fique no passado, dificilmente essa personificação irá acabar. Se não lutarmos contra isso, continuaremos sendo os únicos em que o ato de assumir a própria religião e crença é um ato de coragem, pois na maioria das vezes as pessoas optam por dizer que são espíritas, com medo do julgamento do outro, de ser rotulado como alguém do mal.

 

 

 

* Epítetos e Orikis de Exú -Exú e a Ordem do Universo - Bàbá King e Ronilda Iyakemi - Editora Oduduwa

Fontes de pesquisa

  1.  http://www.oduduwa.com.br/

  2. Exú e a Ordem do Universo - Bàbá King e Ronilda Iyakemi - Editora Oduduwa

  3. A minha vida :)

  4. Imagem: http://thisisluv.tumblr.com/post/93306787396/taketheshot-lil-cleopatra



 

 

 

 

Please reload

Posts Recentes

18.04.2019

Please reload